A gatinha e o peixe

Oii pessoal! Sempre fui uma gatinha esperta, e graças a isso já me safei de poucas e boas quando morava nas ruas. Uma dessas vezes foi até engraçada...

Era sábado, o dia mal tinha começado e a feirinha estava montada. Eu ficava rondando as barracas só esperando algum descuido dos feirantes pra fazer uma boquinha grátis. Minha barraquinha favorita era a que vendia peixe. Mas o moço que era dono dos peixes tinha uma cara de carrancudo e quando me via de longe já pegava na vassoura pra me espantar.

Eu era arisca e logo dava um jeito de dar a volta nele. Naquele dia estava chuviscando, e umas poças de água se formavam ao longo da feira. Tinha uma bem pertinho da mesa onde ficavam os peixes... Eu fui de fininho me aproximando, como quem só queria beber um cadinho de água. Quando o moço foi atender um freguês... Num pulo, eu peguei um peixinho que estava na beirada.

Saí correndo com o peixe na boca com a carinha de vitoriosa. E não é que o moço veio com a vassoura novamente atrás de mim?! Mas ele não foi longe não! Quando ele passou por uma das poças levou um tombo cinematográfico! Eu ouvi o barulho e todo o alvoroço e resolvi parar pra ver o que tinha acontecido.

Olhei com meu peixe/troféu na boca pro moço carrancudo todo molhado, caído com o bumbum no chão e a vassoura quebrada. Foi muito engraçado!... Me senti duas vezes vitoriosa! Hehehe