A menina e o cãozinho

Antes de chegar no Paraíso eu morava nas ruas... Essa é a realidade de muitos focinhos pelo mundo. Já faz um bom tempo, mas eu ainda me lembro de um lindo gesto de carinho em meio a tanta solidão daqueles dias...

Eu estava perto de um mercado, procurando comida, quando uma menininha de vestido rodado parou bem na minha frente. Ela era pequenina, mas dava pra sentir que ela seria uma humana adulta incrível. Eu não vi os pais dela por perto... Mas ela não parecia ligar por estar longe deles.

Ela sentou no chão e me chamou apontando um biscoitinho na minha direção. Eu fui meio tímido e me aproximei aos poucos. Quando fiquei cara a cara com ela... Ela me pegou no colo e me deu um abraço apertado. Foi o melhor abraço do mundo! Carinho... Há muito tempo eu não sentia aquilo. Ela ficou fazendo cafuné enquanto eu comia o biscoito. Foram minutos incríveis!

Eu já estava começando a me acostumar com todo aquele amor quando a mãe da menininha chegou. Ela disse alguma coisa sobre não sentar no chão e sobre não se sujar... Ela nem olhou pra mim. Puxou a menina pelo braço e a levou pra longe. Eu tentei acompanhar a menina... Ela pedia pra mãe "- deixa eu ficar com ele?!". Mas a mãe falou que ela já tinha um cãozinho.

Fiquei um pouco triste, mas feliz por ter recebido carinho no momento em que eu menos esperava e mais precisava. Hoje me chamo Moro e estou no Paraíso, recebendo vários lambeijos. É muito bom sentir todo esse carinho outra vez!