Cães e Gatos na mesma casa é possível sim!

Vamos deixar aqui algumas dicas que você poderá utilizar para que os nossos amigos de quatro patas possam se dar bem e poder assim ter cães e gatos em harmonia na sua casa.

1. Tenha paciência (muita…)

O processo de adaptação dos nossos peludos é algo muito importante. Nos primeiros momentos o cuidado terá que ser redobrado para que um não ataque o outro e nem se revoltem. Vigie sempre o cão e o gato quando estiverem juntos, de modo a evitar que algo de mal aconteça, quer entre os animais, quer na harmonia de sua casa.

2. A atenção

Não só numa primeira etapa, mas sim em todo o tempo que tenha os seus peludos, terá de dividir a atenção entre eles. Tente dividir a atenção entre os dois, não dê demasiada atenção a um e deixe o outro de lado, pois dessa forma fará com que sintam ciúmes um do outro e a convivência entre eles será problemática.

3. Deixe que se conheçam

Numa primeira fase, o cão e o gato vão sentir necessidade de se conhecer, de se cheirar e de brincar. Deixe também que dividam espaços, que dividam a cama, mas nunca os deixe sem vigilância, pelo menos nas primeiras semanas.

O primeiro impacto dos nossos amigos deverá acontecer sob muita vigilância e precaução. Ambos deverão estar controlados com mão humana, evitando assim que se ataquem mutuamente, bem como estar a uma determinada distância. Deverá aos poucos ir aproximando-os, deixando que se cheirem, e que se conheçam, mas sempre com cuidado.

Durante esta fase eles poderão ter atitudes mais violentas, pelo que já deverá estar preparado caso isso aconteça.

4. O cão

Quando o seu cachorro já estava na casa e só mais tarde entrou o gatinho, deverá ter ensinado previamente ao amiguinho mais velho todas aquelas vozes autoritárias: “senta”, “quieto”, “deita”,etc. , para que quando o elemento mais novo da família chegue seja mais fácil “domar” o cachorro. Essas palavras de controlo sobre o cão servirão para o caso deste tentar atacar o gato.

Deixe também o cãozinho preso enquanto o felino conhece toda a casa, para que este se habitue a casa e o cão se habitue a presença de outro filhote na casa.

5. O gato

Quando o seu bichaninho é o mais velho na casa, terá de lhe dar o seu espaço na mesma, nos primeiros tempos deixe a vasilha de comida do gato num local onde o cão não possa ver seu felino se alimentando, pois assim este se sentirá seguro e que a sua propriedade não foi invadida por nenhum outro animal. Só quando o seu bichano se sentir confortável com o outro animal é que o poderá colocar junto do seu amigo.

A chegada de novos animais a nossa casa é sempre um momento de alegria e satisfação, mas também de stress para que estes se deem bem, por isso as dicas que deixamos acima podem ajudar nesse momento de adaptação. Com algumas precauções tudo será bem mais fácil e terá o seu cachorro e o seu gato se dando muito bem!