Cãozinho abandonado

Oi gente! Como vai a semana de vocês? Hoje estou aqui pra contar uma história muito legal que aconteceu comigo nos tempos em que eu vivia nas ruas. E olha que é muito difícil passar por um momento feliz sendo um cãozinho abandonado.

Eu ia andando pela rua de noite, tentando achar alguma coisinha pra comer. Não era muito tarde e pensei que se eu ficasse perto de algum restaurante, poderia conseguir um restinho de comida. Foi então que parei em frente a uma loja com varias coisas gostosas na vitrine. Fiquei lá, namorando os bolos rodando na geladeira, os pãezinhos quentinhos saindo do forno e pensei em como seria incrível conseguir só um pedacinho.

Acho que o moço que estava no balcão ouviu meus pensamentos. Porque ele pegou um dos pãezinhos recheados, pagou no caixa e veio na minha direção. Ele se abaixou, tirou aquela gostosura cheirosa do saquinho e ofereceu pra mim. Fiquei meio desconfiado, afinal já tinha sido agredido outras vezes... Mas senti que ele não estava sendo falso e peguei o pão.

Como forma de agradecimento, dei lambeijos na mão dele e ele começou a sorrir pra mim. Fez um cafuné e disse que era uma pena não poder me ajudar mais. Ele vivia viajando e não tinha como cuidar de um peludo. Não queria que ele fosse embora... Mas estava ficando tarde. Ele se levantou, passou a mão na minha cabeça e disse pra eu me cuidar.

Ainda bem que existem humanos que são bons e não maltratam os animais. E ainda bem que agora estou no Paraíso, sendo tratado como um príncipe.