O que é o Vírus da FIV?

Para quem não conhece, vamos explicar um pouquinho do que são essas doenças. Existe o vírus da FIV (Imunodeficiência felina, ou “Aids”) e da FeLV (Leucemia felina). Nenhuma das duas, infelizmente, tem cura.

Como um gato contrai a FIV?

A transmissão da FIV se dá basicamente pelo contato com o sangue, quando um gato é mordido ou arranhado por um gato portador do vírus. Gatas infectadas também podem transmitir para seus filhotes por via transplacentária ou através da amamentação. É muito importante saber que a FIV só é transmitida de gato para gato, e não para humanos ou outros animais.

Quais os sintomas da FIV?

Na fase inicial da doença, o gato pode ter febre, aumento dos gânglios linfáticos e aumento da chance de contrair infecções intestinais e cutâneas. Tudo isso pode acontecer num período de 4 a 6 semanas após o contágio. É importante saber que a FIV pode apresentar uma fase latente, onde o vírus está no organismo, mas o gato não apresenta nenhum sintoma e tem uma vida normal. Isso acontece normalmente com gatos jovens e com um sistema imunológico competente. Apesar disso, mesmo que não se apresente sintomas e o vírus esteja latente, o gato portador ainda é capaz de transmitir a doença a outros gatos. Com o tempo e a idade, gatos infectados tendem a apresentar uma baixa severa da imunidade, e com isso ficam suscetíveis à doenças que podem ser fatais, o que em gatos positivos para FIV, é bastante difícil de controlar.

Como saber se meu gato tem FIV ?

Através do exame de FIV e FeLV, feito em quase todas as clínicas veterinárias. O mais comum é o do método ELISA, que é feito através de um kit e onde o resultado sai praticamente na hora. É um exame bem simples. Além dele, existem também outros métodos, como o PCR, onde a amostra de sangue é testada em laboratório, e é um método ainda mais confiável que o ELISA. Muitos veterinários afirmam que é preciso esperar até os 6 meses de idade para testar, pois antes disso a chance do resultado dar alterado é bem grande. Por isso, os veterinários recomendam testar o mesmo gato mais de uma vez. Após o primeiro teste, recomenda-se testá-lo novamente dentro de aproximadamente 3 meses, para que se confirme o resultado.

Como é o tratamento da FIV?

Infelizmente, é uma doença que não tem cura ainda. Basicamente, o tratamento de é focado em aumentar e controlar a imunidade dos gatos, para que não contraiam outras doenças, e também do tratamento dos sintomas. Medicações para aumentar a imunidade e o apetite também são utilizados, assim como uma alimentação de qualidade para mantê-lo forte.

Mais para frente vamos explicar sobre o Vírus da FeLV. Acompanhe nosso blog e fique por dentro de todos os assuntos do mundo animal!